sexta-feira, 19 de julho de 2013

Planejamento Anual de História - 8º ano - De acordo com o CBC - MG


PLANO DE CURSO – ANO 2013

 

I. IDENTIFICAÇÃO:

 

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM DELGADO DE PAIVA

CONTEÚDO:  HISTÓRIA          TURMA: 8º ano    Nº DE AULAS SEMANAIS:

PROFESSOR(ES):

 

II. OBJETIVOS GERAIS

 * Propiciar o desenvolvimento de atitudes de respeito e de compreensão com relação à diversidade sociocultural das sociedades e da sociedade
brasileira, em particular;
* Contribuir para a compreensão de problemas e questões do presente e de suas relações com a dinâmica da mudança e permanências dos processos históricos;
* Analisar e apreciar as diferentes fontes históricas;
* Desenvolver habilidades de leitura, interpretação e produção de textos históricos, de gêneros diversos.
 

 

III- DEMONSTRATIVO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

Planejamento Anual do 7º ano  Fonte: CBC de História
Eixo Temático
Tema
Tópico
Objetivos específicos
Nº de aulas
1-História de Vida,
Diversidade
Populacional e
Migrações.
1.História de Vida
Diversidade
Populacional (Étnica,
Cultural, Regional e Social) e Migrações
Locais, Regionais e Intercontinentais.
1. Diversidade
populacional e
migrações em Minas
Gerais e no Brasil.
6. Os imigrantes europeus nos séculos XIX e XX.
6.1. Identificar as
características básicas do capitalismo industrial.
4
1.Histórias de Vida,
Diversidade Populacional e
Migrações.
1.História de Vida
Diversidade
Populacional (Étnica, Cultural, Regional e Social) e Migrações
Locais, Regionais e
Intercontinentais.
1. Diversidade
populacional e
migrações em Minas
Gerais e no Brasil.
6. Os imigrantes europeus nos séculos XIX e XX.
6.2. Identificar os grupos migratórios no Brasil nos séculos XIX e XX dentro do
contexto da expansão
do capitalismo.
4
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século” formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
11. Revoluções liberais: industrial, americana e
francesa.
11.1.Compreender o
contexto das revoluções e
seus impactos para a
construção do mundo
contemporâneo de
cidadania.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século”
formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
11. Revoluções liberais:
industrial, americana e
francesa.
 11.2. conceituar
historicamente no contexto das construções:república,
liberalismo e cidadania.
 
3
 
 
 
 
 
 
 
 
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século”
formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
11. Revoluções liberais: industrial, americana e
francesa.
11.3. Conceituar e
identificar o sistema
capitalista emergente e a resistência dos trabalhadores à nova organização do
trabalho.
4
 Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século” formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
11. Revoluções liberais:
industrial, americana e
francesa.
11.4. Identificar e analisar o progresso técnico e científico europeu do século
XVIII.
3
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a Nação: Monarquia X República.
1.A “virada do século” formações políticas no Brasil do século XVIII para o século XIX.
12. Inconfidências e Brasil Joanino: movimentos de
contestação e reorganização
da relação metrópolecolônia.
12.1. Caracterizar e analisar os diversos movimentos políticos no Brasil de fins do século XVIII e início do
século XIX.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a Nação: Monarquia X República.
1.A “virada do século” formações políticas no Brasil do século XVIII para o século XIX.
12. Inconfidências e Brasil Joanino: movimentos de
contestação e reorganização
da relação metrópolecolônia.
12.2. Relacionar a
independência do Haiti com o medo da “haitinização” do
Brasil.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
1.A “virada do século” formações políticas no
Brasil do século XVIII para o século XIX.
12. Inconfidências e Brasil Joanino: movimentos de
contestação e reorganização
da relação metrópolecolônia.
12.3. Identificar as
decorrências da instalação da corte no Rio de Janeiro:
centralização administrativa na Colônia, constituição de grupos de interesse no Sudeste brasileiro em torno da monarquia ( a chamada “interiorização da
metrópole”).
 
4
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século”
formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
12. Inconfidências e Brasil Joanino: movimentos de
contestação e reorganização
da relação metrópolecolônia.
12.4. Analisar os impactos da transferência da corte
portuguesa sobre o universo da vida cotidiana e cultural
brasileira e, especificamente,
sobre a cidade do Rio de Janeiro.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X
República.
1.A “virada do século”
formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
13. A Revolução de l817 e a
Independência.
13.1. Perceber a constituição
de uma identidade
brasileira,entre fins do
século XVIII e início do
XIX, em paralelo com as identidades locais ( mineira, pernambucana, baiana,
paulista,etc.) e com a
identidade portuguesa.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
1.A “virada do século”
formações políticas no
Brasil do século XVIII para
o século XIX.
13. A Revolução de l817 e a
Independência.
13.2. Analisar o impacto da
transferência da corte
portuguesa para o Rio de Janeiro para o processo de
emancipação política do Brasil: de um lado, a eclosão de movimentos separatistas
republicanos e, de outro, a construção de uma independência pela via da
monarquia e da manutenção
da integuidade territorial a das estruturas
socioeconômicas e no latifúndio.
5
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
14. Bases do estado
monárquico e limites da
cidadania: patrimonialismo,
escravidão e grande
propriedade.
14.1.Analisar e compreender
as bases socioeconômicas da
monarquia brasileira,
identificando continuidades
e mudanças em relação a era
colonial e a época atual.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
14. Bases do estado
monárquico e limites da
cidadania: patrimonialismo,
escravidão e grande
propriedade.
14.2. Conceituar
patrimonialismo e estado.
2
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
14. Bases do estado
monárquico e limites da
cidadania: patrimonialismo,
escravidão e grande
propriedade.
14.3.Compreender e analisar
os limites da cidadania no contexto da sociedade escravista do Império.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
14. Bases do estado
monárquico e limites da
cidadania: patrimonialismo,
escravidão e grande
propriedade.
14.4. Analisar a Lei de
Terras de 1850 e relacioná-la
com a questão agrária no Império.
3
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
15.Mudanças
socioeconômicas, crise política e fim da monarquia.
15.1.Analisar e compreender
as mudanças na organização
do trabalho e a diversidade
econômica no Império.
2
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
15.Mudanças
socioeconômicas, crise política e fim da monarquia.
15.2. Analisar e discutir: o
abolicionismo, o
republicanismo e a guerra do
Paraguai.
4
Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1.O Estado Brasileiro e a
Nação: Monarquia X República.
2. A experiência monárquica
no Brasil.
15.Mudanças
socioeconômicas, crise política e fim da monarquia.
15.3.Analisar as tensões no interior do Estado; a Coroa em conflito com os militares e a igreja.
3
 
 
Total de aulas
 
62
Obs: Para a complementação das 120 aulas anuais (para professores com 3 aulas semanais), cada professor poderá escolher os conteúdos dos tópicos complementares estipulados pelo CBC, visto que os tópicos obrigatórios já estão contemplados neste planejamento.
*A história-problema, diferentemente da história tradicional, visa ao exame analítico de um problema, de questóes através de diferentes períodos históricos.
*O CBC de História do Ensino Fundamental tem como eixo integrador o tema “História e Cidadania” no Brasil. A escolha da questão-problema ou eixo norteador da proposta partiu de um problema contemporâneo que pode ser traduzido na pergunta: Quais foram os processos históricos de construção da cidadania e da democracia, considerando as características que essas apresentam hoje na sociedade brasileira? O entendimento
equilibrado dos dilemas e dos desafios hoje vividos pela sociedade brasileira depende, em grande medida, da compreensão, dos obstáculos enfrentados para a construção de uma sociedade democrática e cidadã no passado.

 

IV- METODOLOGIA

Trabalho em grupo ( )
Debate ( )
Pesquisa de campo ( )
Feira de Cultural ( )
Aula expositiva dialógica ( )
Excursão ( )
Exercícios ( )
Exposição de Trabalhos ( )
Mídias ( )
Leituras ( )
Atividades em ambiente virtual ( )
Outros:

 

V- RECURSOS

Caderno do aluno ( )
Datashow ( )
Quadro/giz ( )
Outros:
 
Livro didático ( )
 
Jornais, revistas ( )
 
Mídias ( )
 
Computador ( )
 

 

Obs.: O uso do livro didático e sua interface com o CBC

Passos:

1º- Selecionar os eixos temáticos e temas, tópicos e habilidades, referentes ao ano escolar no qual irá lecionar.
2º- Selecionar do livro didático adotado os textos, mapas, atividades que podem ser utilizadas para a concretização do conteúdo do CBC.
3º- Pesquisar em outros livros didáticos do mesmo ano ou de anos diferentes e outros materiais as atividades que podem ser utilizadas para concretizar as habilidades selecionadas.

 

VI- AVALIAÇÃO

Diagnóstica ( )
Outros:
 
Oral ( )
Escrita ( )
Atitudinal ( )
Virtual ( )

 

VII – BIBLIOGRAFIA

Livro adotado – (Listar)
Blog SRE ( )
CBC  ( )
Outros:
 
 Orientações Pedagógicas( )
 
Roteiro de Atividades( )
 
 CRV ( )
 

 

 

 

 

 

Conteúdos Complementares  8º Ano - 2013
Eixo Temático
Tema
Tópico
Objetivos Específicos
Nº de aulas
. Construção do Brasil:
Território, Estado e Nação.
1. O Estado Brasileiro e a Nação: Monarquia
X República.
2. A experiência
monárquica no Brasil.
VI. O Imperador e a Constituição de l824:
fundamentos jurídicos e políticos da
monarquia.
. Compreender e
analisar o processo deimplantação da
monarquia no Brasil e sua singularidade.
. Compreender o
contexto político da
Assembléia Constituinte de 1823, resultando na
formulação da
Constituição de 1824.
. Identificar as linhas
gerais da Constituição
de 1988 com a
Constituição de 1824, sobretudo no que se refere à cidadania.
 
Construção do Brasil:
Território, Estado e
Nação.
1 O Estado Brasileiro e a Nação: Monarquia X República.
VII. Centralismo X federalismo, ordem X desordem na Regência e início do Segundo
Reinado.
. Analisar o processo e caracterizar os
conflitos entre o poder centralizador e o federalismo das elites provinciais (revoltas e rebeliões).
. Analisar o processo
de “pacificação” das
rebeliões provinciais
como afirmação do
estado monárquico brasileiro.
. Analisar e discutir a
relação do Brasil com os países da Bacia do Rio da Prata: questões
platinas.
 
Construção do Brasil:
Território, Estado e
Nação.
1.O Estado Brasileiro e
a Nação: Monarquia X
República.
2. A experiência
monárquica no Brasil.
VIII. Construção de
identidade nacional:
“branqueamento” e elitismo.
. Analisar e
compreender a
formulação de uma
primeira identidade
nacional como projeto das elites políticas do Império, e, portanto,
excludente.
. Analisar a
importância das
escolas literárias
(“indigenismo”,
romantismo) e criação de institutos
acadêmicos para
constituição de uma
identidade nacional.
. Analisar a educação
no Brasil imperial:
exclusão das mulheres
e da população pobre e escrava.
 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário